O meia Régis vive uma das suas melhores fases da carreira vestindo a camisa do Guarani.

O camisa 78 comandou mais uma vitória do Bugre, diante do Confiança, contribuindo diretamente com gol e assistência.

Todas seis vitórias bugrinas na Série B contou com gol e/ou assistência direta para gol de Régis.

O meia bugrino se tornou o protagonista da Série B após 12 rodadas.

E qual a explicação?

Régis é o líder técnico do Guarani. Ele é quem comanda boa parte das ações ofensivas do time que detém o melhor ataque da competição até o momento.

Com sete gols em 10 jogos, Régis é o vice-artilheiro da competição e perde apenas para o centroavante Edu, do Brusque – que tem oito.

O camisa 78 é o principal garçom da liga com cinco assistências diretas.

Ou seja: participou de 55% dos gols do Bugre (12 dos 22 gols).

Apesar do grande momento e de gerar uma preocupação no torcedor pela valorização, a diretoria do Guarani confia na permanência de Régis para sequência da Série B e começa a discutir um plano de extensão contratual pensando também na próxima temporada.

APELIDO CARINHOSO
O bom momento de Régis influencia também no relacionamento com os torcedores. Nas redes sociais, os bugrinos adotaram o apelido de Lionel Régis como uma brincadeira de comparação ao futebol do astro argentino Messi.

https://twitter.com/oficialguarani/status/1416163264678055944

Foto de Emanuel Régis/Guarani FC

Comente com seu Facebook