Guarani e Ponte Preta foram vencidos em votação para retorno do público na Série B do Campeonato Brasileiro. Como Campinas ainda não está entre os municípios que autorizam eventos esportivos com portões abertos, os dois times estavam entre os sete que votaram contra o retorno dos torcedores.

Como a decisão da CBF foi tomada, apoiada por 14 clubes que votaram a favor, Guarani e Ponte Preta se mobilizaram nos últimos dias e tentam uma reunião emergencial com o prefeito Dário Saad para debater o debate.

Há uma recomendação do governador João Dória em liberar a volta do público a partir de novembro em eventos esportivos, mas Guarani e Ponte Preta tentam um acordo para antecipar o retorno dos torcedores.

Após o dérbi 201, os presidentes Ricardo Moisés e Sebastião Arcanjo conversaram por alguns minutos justamente para alinhar ideias sobre o tema.

O Guarani entra em campo nesta terça-feira, diante do Remo, ainda com portões fechados. Se o panorama mudar, o Bugre reencontraria o torcedor no dia 29, diante do Cruzeiro, na 27ª rodada.

Já a Ponte Preta volta ao Moisés Lucarelli no dia 26, próximo domingo, contra o Brasil de Pelotas.

Comente com seu Facebook