Após a saída do técnico Ricardo Catalá na manhã desta quarta-feira, o Guarani iniciou a procura por um novo comandante pensando na sequência da Série B do Campeonato Brasileiro.

O presidente Ricardo Moisés e o superintendente Michel Alves se reuniram com outros integrantes do Conselho de Administração para debater alternativas.

Nomes como Eduardo Barroca e Itamar Schulle acertaram com Vitória e Criciúma e acabaram sendo descartados pelo departamento de futebol.

Ainda há um debate sobre o perfil do técnico que será escolhido.

Alberto Valentim, ex-jogador do Guarani, disse em entrevista à Rádio Bandeirantes há três meses que ainda planejava treinar o Bugre por gratidão ao período de atleta. Seu último trabalho foi a frente do Botafogo no Campeonato Carioca.

Outros dois nomes estudados são de Zé Ricardo (desempregado desde o ano passado quando saiu do Internacional) e Felipe Conceição (ex-comandante do Red Bull Bragantino).

O Bugre se reapresenta nesta quinta-feira pensando no confronto diante do CRB. As atividades serão comandadas pelo auxiliar Ben Hur Moreira.