Umberto Louzer promete mudanças para enfrentar o Brasil de Pelotas

0
Créditos: Letícia Martins/Guarani Press

por júlio nascimento

A derrota do Guarani para o Paysandu, fora de casa, voltou a pressionar o técnico Umberto Louzer no comando da equipe. A principal cobrança é sobre a manutenção de peças que não estão com rendimento esperado como o sistema defensivo, o volante Denner e o atacante Bruno Mendes.

Após a partida, em entrevista ao repórter Marcos Luiz, da Rádio Bandeirantes, Louzer garantiu que vai promover mudanças na partida contra o Brasil de Pelotas, no sábado, em Campinas, para deixar a equipe mais agressiva. “Vamos avaliar o que aconteceu no jogo de hoje e mudaremos o que for necessário para deixar o time mais forte”, destacou.

A primeira mudança está garantida. Com apenas um gol em 12 jogos, o centroavante Bruno Mendes recebeu o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão automática na próxima rodada. Louzer deve optar pela escalação de Marcão como titular, mas ainda tem a opção de Caíque e Gabriel Poveda para o setor.

A segunda mudança deve ocorrer no sistema defensivo. O comandante bugrino deu pistas de que não aprovou a atuação da dupla Edson Silva e Everton Alemão. Philipe Maia, titular até quatro rodadas atrás, deve recuperar o espaço e voltar aos onze que iniciam o jogo já na próxima rodada.

A comissão técnica também irá avaliar o rendimento do esquema tático com três volantes. Denner foi bem avaliado por Umberto Louzer apenas na partida contra o Oeste, em Barueri, mas não foi bem contra Coritiba, Figueirense e Paysandu, sendo substituído rapidamente por comprometer defensivamente e colaborar pouco no ataque.

Com a derrota em Belém do Pará, o Guarani caiu para a 11ª colocação e tem 23 pontos – quatro de diferença do quarto colocado Avaí -, e jogará contra o Pelotas que abre a zona de rebaixamento com 18 pontos.

Comente com seu Facebook