Últimos reforços pontepretanos aumentam opções de Brigatti

0
João Brigatti tem fundamental importância no bom desempenho alvinegro na Série B. Foto: Vilson Smanhoto – reprodução Band

Os últimos 30 dias da Ponte Preta foram intensos nos bastidores. O clube, que vem explicitando a necessidade por reforços desde o início da Série B, em maio, intensificou a reformulação do elenco entre meados de julho (ao final da Copa do Mundo) e agosto. Foram quatro contratações que mostraram rápida adaptação à cidade e ao elenco alvinegro.

O atacante Victor Rangel foi anunciado um mês atrás, no lançamento do novo uniforme da Macaca (16/08). Ele estreou na última rodada do primeiro turno contra o Avaí, em 4 de agosto e, dez dias depois, já ganhou a primeira oportunidade como titular.

O lateral-esquerdo Nicolas foi anunciado como reforço alvinegro em 30 de julho e, dez dias depois, já estava como titular na posição.

O atacante Hyuri chegou a Campinas em primeiro de agosto e, quatro dias depois, já foi utilizado contra o Avaí, ganhou a titularidade da rodada seguinte, diante do Paysandu, quando fez um gol e deu outra assistência, e foi importante também na vitória sobre o Criciúma na última terça.

O volante Bruno Ramires foi o último a chegar. Há pouco mais de uma semana no Majestoso, o jogador estreou no segundo tempo diante do Criciúma e já anotou um gol.

Com os quatro jogadores à disposição, a tendência é que João Brigatti tenha mais opções no elenco. A ideia da diretoria, inclusive, é trazer apenas mais um ou dois reforços, considerando que o número de jogadores contratados (aliados às dispensas de peças que não deram certo) está suficiente e dentro do padrão financeiro do clube.

O setor defensivo tem hoje 4 zagueiros à disposição: além dos atuais titulares Renan Fonseca e Reginaldo, conta com os reservas Léo Santos e Reynaldo. Na lateral direita, Igor é o titular, mas Ruan (contratado no início de junho) surge como boa opção. Pelo lado esquerdo, além do titular Nicolas, Orinho e Danilo Barcelos (que vem atuando no meio ou ataque) são laterais de origem.

No meio campo, o time tem 4 volantes que tem aparecido constantemente entre os titulares: Paulinho, Nathan João Vítor, Lucas Mineiro. Eles ganham a concorrência do recém-contratado Bruno Ramires. E tem ainda os meias Murilo e Tiago Real. O último ainda passa pela transição física para voltar a ficar à disposição. Além de Barcelos e Orinho que já exerceram a função de meia.

No ataque, Brigatti tem que escolher 3 atletas entre 4 opções: Junior Santos, André Luís, Victor Rangel e Hyuri. E o comandante deve em breve ter Roberto recuperado de lesão.