Três jogadores e uma vaga: a disputa no Guarani pelo posto de primeiro volante

0

por júlio nascimento

Após o insucesso de Fernandes atuando ao lado de Ricardinho no meio-campo, o técnico Osmar Loss optou por devolver ao camisa 7 sua posição de origem e abriu novas possibilidades para o posto de primeiro volante do Guarani no Campeonato Paulista.

Na vitória diante do São Paulo, no Pacaembu, Romisson exerceu a função e surpreendeu com uma boa partida ao lado de Ricardinho. A disputa, entretanto, segue aberta e com outras duas possibilidades para a comissão técnica.

O Guarani apresentou na última sexta-feira seu novo reforço: Deivid. O atleta, que ficou mais de 10 temporadas no Athletico, foi contratado para ser o camisa 5 do Bugre até o final da temporada, mas o atleta de 30 anos pediu uma semana para entrar na forma física ideal e ficar à disposição de Loss.

Enquanto isso, Fabrício Costa, o ex-Bigode, pode tentar garimpar uma oportunidade entre os 11 principais jogadores. O atleta iniciou a temporada improvisado na lateral-direita após a lesão de Lenon, mas sempre deixou claro que sua função de destaque é no meio-campo. Fabrício atuou por 11 jogos no ano passado no meio-campo e não foi mal.

Após negociações frustradas com Auremir e Arouca, o técnico Osmar Loss promete avaliar Deivid, Fabrício Costa e Romisson como candidatos a herdeiros da camisa 5. Três jogadores e uma vaga disponível no meio-campo do Bugre.

Comente com seu Facebook