28 de fevereiro de 2020. Nesse dia o Brinco de Ouro recebia pela última vez seus torcedores para uma partida profissional do Guarani.

O Bugre, comandado por Thiago Carpini, atuava com Jefferson Paulino; Pablo, Bruno Silva, Leandro Almeida e Thallyson; Deivid, Igor Henrique, Eduardo Person e Lucas Crispim; Giovanny e Todinho.

A equipe fazia campanha regular no Campeonato Paulista e brigava pela classificação para o mata-mata – o que escapou justamente na última rodada da primeira fase contra o São Paulo.

Semanas depois, após o anúncio da OMS de uma pandemia mundial, os portões dos estádios foram fechados. Quase 20 meses depois os portões do Brinco serão abertos novamente.

O reencontro está marcado para sábado, dia 9, no confronto do Guarani contra o Londrina.

Mas como era o mundo na última vez que o torcedor bugrino compareceu ao campo?

TODINHO ARTILHEIRO
O protagonista do Guarani no Paulistão era Júnior Todinho. O atacante terminou a competição com seis gols, duas assistências e treze jogos como titular. Ainda ficou na Série B, se transferiu ao Juventude, mas voltou ao Brinco de Ouro e faz parte do elenco atual.

MARADONA EM BOMBONERA
Diego Armando Maradona, o ídolo argentino que faleceu em novembro do ano passado, era presença confirmada nos jogos do Boca Juniors na reta final do Campeonato Argentino. O time do coração do ex-meia conquistou o título nacional e uma foto de um selinho de Maradona em Tevez viralizou o mundo inteiro.

RONALDINHO PRESO
Ídolo do futebol brasileiro, o pentacampeão Ronaldinho estava preso no Paraguai com o irmão Assis. Eles foram detidos depois de ingressarem no país com passaportes falsos e foram liberados apenas cinco meses depois.

GASOLINA
A gasolina já passava por um período de grande inflação nos preços, mas alcançava R$ 4,30 em Campinas.

TÍTULO INÉDITO NO CARNAVAL
O Carnaval de 2020, realizado dias antes da partida contra o Água Santa, consagrou o título inédito da Águia de Ouro em São Paulo. Pérola Negra e X9 foram rebaixadas enquanto Vai-vai e Acadêmicos do Tucuruvi garantiram vitórias no grupo de acesso.

CENÁRIO POL´ÍTICO
No período, Campinas ainda tinha o prefeito Jonas Donizete no poder e o Brasil via Sérgio Moro e Luiz Henrique Mandetta como ministros da Justiça e da Saúde, respectivamente. Donald Trump era presidente dos Estados Unidos e Joe Biden, atual presidente americano, era apenas uma possibilidade de pré-candidato do Partido Democrata.

Foto de Celso Congilio/Guarani FC

Comente com seu Facebook