O Guarani conseguiu mais uma vitória importante dentro do Campeonato Paulista.

O triunfo sobre o Novorizontino por 2 a 1 deu uma importante vantagem de quatro pontos sobre o Santos e encaminhou a classificação da equipe para a segunda fase.

Para enfrentar o Mirassol nas quartas de final, o Guarani precisa vencer um dos seus últimos dois jogos ou torcer para que o Santos não vença seu compromisso contra o Palmeiras no meio de semana.

Após a partida, em entrevista coletiva, o técnico Allan Aal ressaltou o amadurecimento do Bugre dentro de campo e valorizou a confiança com a sequência positiva.

“Nós conseguimos amadurecer em todos os quesitos e o trabalho gerou essa confiança que nos faz enfrentar os adversários dessa maneira. Jogamos contra um time invicto, tomamos iniciativa da partida e soubemos controlar o jogo. Amadurecimento do grupo que só aumenta a confiança”, explicou.

O próximo compromisso agora é o dérbi 199 diante da Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, na quarta-feira.

“Não é um jogo de afirmação para o meu trabalho. O lado individual jamais vai estar acima do clube e estou trabalhando para o Guarani. O importante é o clube alcançar os objetivos e quero garantir que nosso grupo faça o melhor como tem acontecido para conseguir os resultados”, ressaltou.

Allan Aal não poderá contar com o lateral Bidu e com o volante Rodrigo Andrade. Os dois jogadores trocaram socos após um desentendimento no pós-jogo da partida contra o Novorizontino e acabaram expulsos.

“É uma situação que está sendo resolvida internamente e vamos cobrar os jogadores. Sabemos que é uma situação de nervos à flor da pele, mas somos profissionais e precisamos de equilíbrio. Já conversamos com o presidente Ricardo Moisés e com o Michel Alves para que o excesso de vontade não se torne em desequilíbrio. Vamos resolver internamente e tudo vai se ajeitar”, encerrou.

Foto de Thomaz Marostegan/Guarani FC

Comente com seu Facebook