Acusado da morte de torcedor da Ponte se entrega à Polícia

0

O homem que efetuou os disparos que matou o torcedor Leonardo Daniel Bernardes se entregou à Polícia. Desde a segunda-feira, ele já tinha sido intimado a se apresentar.

O homem, de 31 anos, que não tinha passagem pela polícia e disse que não é integrante de qualquer torcida organizada do Guarani, prestou depoimento e foi liberado. Ele vai responder ao processo de homicídio doloso (quando há a intenção de matar). Apesar de estar em liberdade, pode ainda ser preso antes da conclusão e julgamento do caso. Ele alegou legítima defesa e não entregou a arma do crime, um revólver calibre 38.

De acordo com a polícia, momentos antes de Leonardo Bernardes ser atingido, aconteceu uma briga na rua entre torcedores da Ponte e do Guarani. Os pontepretanos estavam em maioria e invadiram a casa do acusado, que efetuou os disparos da porta de casa, quando os torcedores estavam no quintal. Houve correria por causa dos tiros e um deles atingiu Leonardo Bernardes nas costas.