Sequência de vitórias alivia pressão sobre diretoria da Ponte e estende busca por reforços

0

As vitórias contra Figueirense e Fortaleza nas últimas rodadas da Série B ajudaram a Ponte Preta em outros aspectos além da reação da equipe na competição. O resultado acalma os bastidores do clube e diminui, principalmente, a pressão sobre a diretoria por qualificação do elenco.

Antes de embalar as duas vitórias seguidas contra times que estão na parte de cima da tabela, a Macaca acumulava uma derrota para o CRB e empate contra o CSA dentro do Majestoso. A irregularidade na Série B criou um ambiente de desconfiança no Majestoso e no trabalho do diretor de futebol, Marcelo Barbarotti, com críticas vindas de conselheiros e torcedores sobre a montagem do elenco e pelo rendimento abaixo das expectativas.

O momento coincidiu com a viagem do presidente Abdalla Junior para a Russía, onde acompanhou jogos da Seleção Brasileira a convite da CBF durante a primeira fase da Copa do Mundo. O afastamento do mandatário nas últimas semanas, aliado ao momento ruim da equipe, acentuou a tensão interna.

A Macaca conseguiu reagir nas últimas rodadas e está a dois pontos do Vila Nova, quarto colocado. Pode entrar no G4 se vencer o São Bento, sábado, em Sorocaba. Mas mesmo com a recente reação no Campeonato Brasileiro, a necessidade por reforços continua. A diretoria segue em dificuldades de encontrar um articulador e um centroavante.

A torcida ainda mantém expectativa por Luis Fabiano, mas o centroavante de 37 anos não tem correspondido bem aos testes físicos e deve prosseguir o tratamento no joelho por mais algumas semanas.