Sem vencer há quatro jogos, Carpini se diz tranquilo com questão salarial: ‘Não está atrapalhando’

0
Foto: David Oliveira/Guarani FC

O técnico Thiago Carpini falou com a imprensa após o empate do Guarani contra o Água Santa, no Brinco de Ouro, pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Após um novo 0 a 0, o Bugre chegou ao quarto jogo seguido sem somar três pontos e passou longe de alcançar a minimeta. De 12 pontos possíveis foram apenas três conquistados.

O comandante bugrino fez questão de ressaltar que a questão salarial não influenciou na sequência negativa que a equipe vive no Paulistão e fez questão de ressaltar que o grupo ainda está brigando por classificação na competição.

“O nosso pagamento é sempre feito após o dia 20 devido aos imbróglios jurídicos. Adiaram para sexta, mas estávamos concentrados e nenhum atleta ficou pensando nisso. Não sabemos se foi adiado ou colocado em um novo prazo. Mas estamos dando crédito e confiança porque estão cumprindo com premiações. Em nenhum momento isso atrapalhou e preciso enaltecer o grupo”, explicou.

Com a vitória do Red Bull Bragantino, o Guarani perdeu a liderança, mas segue na segunda colocação. O líder tem 10, o Bugre 9 e o Corinthians está com 8.

“É claro que um clube quando o Guarani começa a ser cobrado por classificação quando vira líder. A nossa realidade é diferente em relação aos concorrentes, mas estou feliz com a resposta do grupo e o que foi alcançado até o momento”, ressaltou.

O Bugre volta a campo para enfrentar o Ituano na próxima semana, fora de casa, também pelo Paulistão. Será o último confronto da equipe antes da disputa do dérbi 196.

Comente com seu Facebook