Sem fazer 1 jogo oficial, João Guima deixa a Ponte

0
João Guima posa para foto nos exames de contratação em julho de 2016

Durou pouco mais de um ano a trajetória de João Guima na Ponte Preta. O promissor meia rescindiu de maneira amigável o contrato de três anos que tinha firmado com a Ponte desde julho do ano passado.

Revelação das categorias de base do Guarani, João Vítor, como era conhecido no Brinco de Ouro, surgiu como uma grande promessa do Bugre. Foram dois anos vestindo a camisa alviverde, 20 partidas e 3 gols entre os anos de 2014 e 2016.

Sem espaço no elenco pontepretano no ano passado, João Guima foi emprestado para a Penapolense, mas lá fez apenas duas partidas na série A2 do Paulista deste ano. No retorno à Ponte, não foi aproveitado para o Brasileirão e passou a treinar em separado com outros cinco atletas: Fábio Ferreira, Artur, Negueba, João Lucas e Xuxa (os dois últimas foram para o Figueirense há cerca de 10 dias).

Nos bastidores de Moisés Lucarelli, dirigentes reconhecem que a contratação foi um erro e outros se dizem decepcionados com a postura do jogador.

Em contato com João Guima, o atleta disse que a rescisão foi feita em comum acordo e que ainda não existem propostas para defender outro clulbe. O jogador disse ainda que seu empresário procura uma nova oportunidade para a carreira dele.

Em nota, a assessoria de imprensa da Ponte confirma a amigável rescisão e agradece os serviços prestados por João Guima.

Comente com seu Facebook