Segundo semestre registra público decrescente no Majestoso

0

Com exceção ao dérbi do dia 25 de agosto, a Ponte Preta vem registrando queda de público jogo após jogo no estádio Moisés Lucarelli. A expectativa é de que os números das arquibancadas apresentem evolução a partir desta sexta quando a Macaca recebe o Figueirense.

No primeiro jogo com portões abertos no Moisés Lucarelli na Série B, a Ponte registrou mais de 7600 pessoas no confronto contra o Fortaleza. Este número caiu pela metade na partida seguinte diante do Criciúma (3092 pessoas no Majestoso).

O Déribi foi o terceiro jogo da Ponte em casa com torcida. Descartamos o clássico no ranking do levantamento por se tratar de uma ocasião especial e por fazer mais de 6 anos que as duas equipes campineiras não se enfrentavam no estádio pontepretano.

Depois, o desempenho dentro de campo foi afastando gradativamente os alvinegros do campo: Vila Nova, 2718 torcedores; Sampaio Correa, 2618 torcedores; Brasil-RS, 2007 e CRB, 1729.

Os números abaixo do esperado influenciam diretamente as finanças do clube. Na última rodada, com o pior público da Série B, a Macaca teve um prejuízo de pouco mais de 23 mil reais.

Para o jogo diante do Figueirense nesta sexta, a diretoria pontepretana faz promoção no valor dos ingressos. Quem for ao estádio com a camisa alvinegra paga apenas 10 reais. Como o time vem em bom momento no campeonato, é possível que os números melhorem nas arquibancadas do Majestoso.

Comente com seu Facebook