Roberto Fonseca adota mistério e Guarani deve ter mudanças em todos os setores para jogo contra o Vila Nova

0
Foto: Letícia Martins - Guarani Futebol Clube

O técnico Roberto Fonseca comandou uma semana com muito mistério. Ele não abriu os treinos, disse que foi uma decisão em conjunto com a diretoria e departamento de futebol, e deu poucas dicas na entrevista coletiva antes do jogo contra o Vila Nova. “É claro que todo mundo tem a sua privacidade. Todo mundo quer o seu trabalho para poder preservar e de repente para o adversário sempre é uma incógnita”, disse o treinador explicando os segredos ao longo da semana.

ESPEL ELEVADORES

Com relação à equipe, Roberto Fonseca fugiu da maioria das perguntas. Ele não confirmou a utilização do meia Marquinhos, apenas afirmou que o jogador terá que ser inserido aos poucos por causa da parte física.

A tendência é que novamente o comandante bugrino faça mudanças na equipe titular. O volante Igor Henrique retorna ao meio-campo no lugar de Brunno Lima, que pode ser deslocado para a zaga no lugar de Ferreira. Além disso, as laterais serão modificadas com a ida de Bruno Souza para a direita e a entrada de Thallyson na esquerda.

No ataque, Diego Cardoso deve ganhar uma nova chance na equipe titular no lugar de Davó. Com isto, uma possível escalação do Bugre terá Kléver; Bruno Souza, Brunno Lima, Luiz Gustavo e Thallyson; Deivid, Ricardinho e Igor Henrique; Vítor Feijão, Diego Cardoso e Michel Douglas.

O treinador está ciente do momento delicado que o time vive. Apesar de ocupar a lanterna, Fonseca defende o próprio trabalho com os números do Guarani após a Copa América: “nós estaríamos com 8 pontos em 7 jogos, um aproveitamento de quase 40%, teríamos a defesa menos vazada da competição, várias coisas que a gente poderia abordar. Claro que nós temos que melhorar nosso poderio de ataque”. Se levarmos em conta apenas o aproveitamento das equipes depois da Copa América na Série B, o Bugre seria o 12º colocado.

Comente com seu Facebook