Rejeição de Loss aumenta e Guarani arma plano B para contratação de novo técnico

0

* informações de marcos luiz

ESPEL ELEVADORES

O Guarani completa nesta segunda 14 dias sem técnico, mas esta contagem não será comemorada. Afinal, chega com uma certeza e uma dúvida. A direção quer Osmar Loss como substituto de Umberto Louzer – que acertou com o Vila Nova -, mas a rejeição pelo ex-corintiano só cresceu no final de semana. Por isto, começa a traçar um cenário para um plano B.

A diretoria realiza um grande prospecto devido a escassez que o mercado oferece. Eduardo Baptista e Guto Ferreira eram nomes avaliados, mas não bem aceitos no Brinco de Ouro e com salário alto. A busca é por um treinador barato e que não tenha grande rejeição entre os torcedores e os empresários que estão no processo de cogestão.

Milton Cruz, que já esteve em pauta, pode voltar. O treinador de 61 anos deixou o São Paulo em 2015 e treinou duas equipes desde então. Passou pelo Náutico por 12 jogos em 2017 com cinco vitórias e ficou um ano no comando do Figueirense.

Uma nova reunião do Conselho de Administração nesta segunda-feira será fundamental para decidir o rumo do departamento de futebol do clube. O presidente Palmeron Mendes Filho também aguarda a resposta de Fumagalli sobre o convite para assumir o cargo de executivo do clube.

Comente com seu Facebook