Recuperação de Danilo Barcelos é desafio para Gilson Kleina; ala segue entre os reservas

0
Foto: Fábio Leoni/Pontepress

por júlio nascimento

ESPEL ELEVADORES

Entre tantos desafios que serão enfrentados por Gilson Kleina em sua terceira passagem como treinador da Ponte Preta está a recuperação do futebol de Danilo Barcelos. Contratado para ser a referência no elenco da Macaca na Série B, o ala marcou apenas um gol em 23 jogos e acumula decepções dentro de campo.

Barcelos não tem sido reflexo do jogador que quase livrou a Ponte Preta do rebaixamento na temporada passada. Após o primeiro trimestre jogando no Atlético-MG voltou para Campinas acima das condições físicas ideais e sem render o esperado.

Logo no primeiro contato com o elenco, Kleina conversou com Barcelos e o bate papo foi estendido até minutos antes do treinamento através do auxiliar Juninho. A comissão técnica entende a influência do jogador dentro do vestiário, mas deixou claro que o ala terá que reconquistar o espaço jogando bola.

Barcelos, na primeira atividade sob comando de Kleina, parece ter entendido o recado. Foi um dos destaques do coletivo e marcou um golaço com boa participação mesmo atuando como lateral. A concorrência é direta com Nicolas.

Em um primeiro momento, Kleina não mexeu na estrutura da equipe base de Chamusca escalando Ivan; Igor Vinicius, Renan Fonseca, Reginaldo e Nicolas; Nathan, João Vitor e Matheus Vargas; André LUís, Roberto e Junior Santos.

O comandante pontepretano terá mais três dias de atividades até definir o time que jogará diante do CRB, em Campinas, no próximo sábado.

Comente com seu Facebook