Queda de rendimento físico preocupa comissão técnica do Guarani

0
Créditos: Letícia Martins/Guarani Futebol Clube

por júlio nascimento

O Guarani levou a virada por 3 a 2 do Fortaleza aos 48 minutos do segundo tempo, na última rodada, no Brinco de Ouro. A queda de rendimento da equipe nos últimos 45 minutos tem preocupado a comissão técnica. 15 dos 26 gols sofridos pelo Bugre foram na etapa final (57%).

O gol sofrido nos minutos finais contra o Fortaleza não foi o primeiro. O Bugre também foi punido pela queda do rendimento físico nos jogos contra Goiás, Vila Nova, Boa Esporte e contra o próprio Fortaleza no primeiro turno.

A preocupação é ainda maior pelo fato do Guarani ser o segundo time mais jovem da competição. Dos titulares apenas o goleiro Oliveira tem mais de 30 anos. Mesmo assim, contra o Fortaleza, três jogadores apresentaram cansaço físico. Felipe Rodrigues precisou ser substituído e os laterais Pará e Kevin deixaram a partida exaustos.

Vale lembrar que o Guarani trocou de preparador físico após o Dérbi 192. Marcelo Rohling aceitou convite para integrar a comissão técnica da Chapecoense e foi substituído por Felipe Celia, que estava no Criciúma.

O próximo compromisso do Bugre na Série B será no sábado, contra o Sampaio Corrêa, em São Luís, pela 21ª rodada.