Próxima da classificação, Ponte Preta viaja para o Recife de olho em premiação da CBF

0
Felipe Saraiva comemora segundo gol da Ponte Preta.

O primeiro semestre de 2018 da Ponte Preta tem sido tão atribulado que o clube mal teve tempo de comemorar o título do Troféu do Interior. A Macaca já tem compromisso entre Copa do Brasil e Série B, mas as principais preocupações seguem no caixa do clube.

Mas um grande alívio está próximo de ser efetivado. O time de Doriva visita o Náutico nesta quarta-feira, na Arena Pernambuco, com uma vantagem de três gols pela Copa do Brasil. Quem passar garante vaga nas oitavas e embolsa R$ 2,4 milhões.

Somando os valores arrecadados com as classificações anteriores, a Ponte Preta recebeu mais de quatro folhas de pagamento. O problema é que nem todas as dívidas referentes ao ano passado foram pagas, o que gerou grande reclamação na reunião do Conselho na última sexta-feira.

Enquanto não resolve o imbróglio, a Macaca foca suas atenções dentro de campo para aumentar o saldo. Mesmo com a derrota para o Paysandu, na abertura da Série B, Doriva deve continuar com a base titular com Ivan; Tony, Renan Fonseca, Reynaldo e Marciel; Nathan, Paulinho e Lucas Mineiro; Felipe Saraiva, Junior Santos e Orinho.

Danilo Barcelos e Cristaldo, últimos reforços oficializados, ainda não estão regularizados no BID da CBF.

 

Comente com seu Facebook