Depois de mais de 40 dias de jejum, a Ponte Preta reencontrou um resultado positivo. No Majestoso, diante do fragilizado Afogados-PE, a Macaca dominou a partida e venceu por três a zero.

Com o resultado, os alvinegros podem até perder por até 2 gols de diferença na partida da volta, na próxima quinta (19/03) em Afogados da Ingazeira que fica com a vaga na próxima fase do torneio nacional.

Antes da partida pela Copa do Brasil, a Macaca tem um dos jogos mais importantes da temporada. O time enfrenta o Guarani na próxima segunda (16/03) pelo Paulista. No estadual, a Macaca corre sérios riscos de rebaixamento.

O JOGO

A Ponte começa o jogo no ataque, domina a posse de bola do meio-campo pra frente. No entanto, o time peca no último passe e nas finalizações. Do outro lado, o Afogados se limita a defender e procurar um contra-ataque.

A primeira boa chance sai aos 19 minutos: depois de boa triangulação no ataque, Roger chuta forte cruzado e a bola sai por pouco. Depois, o ritmo Pontepretano cai e o Afogados até tenta partir pro ataque, mas sem eficiência.

A Ponte volta ao ataque na reta final do primeiro tempo e chega ao gol aos 37. Em jogada pela direita, Jeferson cruza e o zagueiro Heverton Luís marca contra.

A Macaca segue com mais posse de bola e vai para o intervalo em vantagem.

A Ponte volta pro segundo tempo e logo tem a chance de fazer o segundo gol: Lazaroni sofre pênalti. Na cobrança, Roger bate no meio do gol e Wallef defende com os pés. No lance seguinte, o gol sai. Após cruzamento de Safira, Roger se redime e marca.

A Macaca não deixa o ritmo cair e Roger quase marca mais um. Mas o terceiro é feito por Bruno Reis, num chute rasteiro, no canto esquerdo.

Com a vitória garantida, a Macaca administra o jogo diante de um adversário que não mostra qualquer poder de reação. Um alívio para o torcedor pontepretano que voltou a comemorar uma vitória. A primeira por 3 gols de diferença no ano da Ponte.

PONTE PRETA X AFOGADOS-PE

Copa do Brasil – 3ª fase

Data: quinta-feira, 12 de março

Horário: 19h15

Local: Estádio Moisés Lucarelli – Campinas

Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)

Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Diogo Carvalho Silva (RJ)

Público: 3.237

Renda: R$ 61.775

Cartões Amarelos: Bruno Reis, Erivelton

Gols: Heverton Luís (contra) 37 minutos primeiro tempo; Roger, 7 minutos segundo tempo; Bruni Reis, 20 minutos segundo tempo

PONTE PRETA: Ivan; Jeferson (Danrley), Alisson, Trevisan e Guilherme Lazaroni; Dawhan, Bruno Reis, Zanocelo e João Paulo (Papa Faye); Alisson Safira (João Veras) e Roger. TÉCNICO: João Brigatti

AFOGADOS: Wallef; Rodrigo, Diego Teles, Heverton e Thalison; Douglas Bomba, Jader (Grafite), Eduardo Erê (Erivelton) e Candinho (Nem); Thalyson e Diego Ceará. TÉCNICO: Felipe Conceição

Comente com seu Facebook