A Ponte Preta está na semifinal do Campeonato Paulista.

A Macaca visitou o Santos na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro, em duelo válido pelas quartas de final. A equipe comandada por João Brigatti saiu atrás do marcador, mas após expulsão de Marinho aproveitou a vantagem numérica e venceu por 3 a 1.

Os gols do jogo foram marcados por Bruno Rodrigues, Moisés e João Paulo para a Macaca e Marinho para os mandantes. O próximo adversário será o Palmeiras, domingo, no Allianz Parque, pela semifinal.

O JOGO

A Ponte Preta iniciou o jogo pressionando a saída de bola da equipe do Santos e com efetividade. Antes dos cinco minutos, a Macaca chegou duas vezes com perigo. Primeiro em finalização travada de Apodi que originou o escanteio finalizado em cabeceio no travessão de João Paulo.

A resposta do Peixe veio rápida e com maior efetividade. Soteldo enfrentou a marcação de Apodi e Jeferson, conseguiu ganhar na velocidade e cruzou para o livre Marinho abrir o placar de cabeça na Vila Belmiro.

A Macaca tentou a resposta, mas o Santos permaneceu oferecendo mais perigo. Na bola parada com Carlos Sanchez, o camisa 7 encontrou Marinho sozinho novamente na área e exigiu defesa de Ivan Quaresma aos 25 minutos.

O goleiro pontepretano precisou trabalhar novamente aos 35 minutos após cobrança de falta de Carlos Sanchez. A bola contou com desvio na barreira e exigiu nova defesa do camisa 1.

O árbitro Salim Fende Chavez permaneceu com dificuldades de controlar a partida na primeira etapa pela alta quantidade de faltas. Antes do apito final, o juiz acabou expulsando o atacante Marinho após deixar o cotovelo no defensor da Macaca e receber o segundo amarelo.

A Macaca voltou para o segundo tempo pressionando e com novidades: Roger e Moisés. A dupla de atacantes soube aproveitar a vantagem numérica e empurrou o Santos para a defesa.

Aos seis minutos da etapa final, Lazaroni cobrou escanteio, Trevisan ganhou no alto e Bruno Rodrigues completou para o fundo do gol: quarto gol do camisa 11 no Paulistão e o quarto de cabeça.

Empolgada com o gol, a Macaca manteve a pressão em cima do Peixe e arriscou com Bruno Rodrigues. O goleiro Wladimir soltou nos pés de Moisés para marcar seu primeiro gol com a camisa do time campineiro e virar o jogo na Vila.

Aos 30 minutos, o atacante Roger, que completou 200 jogos com a camisa do clube, recebeu livre de marcação na pequena área, mas acabou cabeceando para fora e perdendo a chance de ampliar a vantagem.

O gol desperdiçado não fez falta porque aos 42 minutos João Paulo acertou um chute de muita categoria de fora da área e fechou o placar no Urbano Caldeira: 3 a 1.

Foto de Ivan Sorti/Santos FC

FICHA TÉCNICA

QUEM JOGOU? Santos e Ponte Preta se enfrentaram pelas quartas de final do Campeonato Paulista

ONDE? Vila Belmiro, em Santos

QUAIS ESCALAÇÕES? O Santos foi escalado pelo técnico Jesualdo Ferreira com Vladimir.; Pará, Lucas Verissimo, Luan Peres e Felipe Jonathan; Alison (Jobson), Diego Pituca (Jean Mota), Carlos Sanchez e Soteldo; Marinho e Kaio Jorge (Arthur Gomes). Já a Ponte Preta, comandada por João Brigatti, foi a campo com Ivan Quaresma; Apodi, Wellington Carvalho, Henrique Trevisan e Lazaroni; Dawhan, Zanocelo (Bruno Reis), Jeferson (Moisés) e João Paulo (Danrley); Bruno Rodrigues e Safira (Roger).

QUEM MARCOU? Marinho aos 5 minutos do primeiro tempo; Bruno Rodrigues aos 6 e Moisés aos 16 e João Paulo aos 42 minutos do segundo tempo

QUEM APITOU? Salim Fende Chavez

QUEM RECEBEU CARTÃO? Jeferson da Ponte Preta e Arthur Gomes e Pará do Santos receberam cartão amarelo; Marinho recebeu vermelho

PÚBLICO E RENDA? O jogo foi disputado com portões fechados por determinação do protocolo médico da FPF e do Governo de SP.

Comente com seu Facebook