Ponte vence, mas é eliminada da Copa Sul-Americana

0
Ponte mostra disposição, vence, mas não consegue reverter a placar do primeiro jogo contra o Sport

A Ponte Preta mostrou outra postura em campo no segundo jogo das oitavas de final da Copa Sul-Americana e derrotou o Sport por um a zero.

O time pernambucano que venceu o primeiro jogo por 3 a 1 no Recife está classificado para as quartas de final da copa Sul-americana. A Macaca teve uma postura valente e determinada no primeiro tempo. Fez um gol com Lucca, que se aproveitou uma cobrança de falta de Renato Cajá, e criou oportunidade para fazer pelo menos mais um. Mas, a expulsão de Nino Paraíba que deu um carrinho quando já havia tomado o amarelo prejudicou o alvinegro de campinas.

O técnico interino, o vibrante João Brigatti, teve que sacrificar o ataque, tirando Saraiva para recompor a lateral colocando Jefferson. O Leão, fazendo um jogo abaixo das expectativas com um futebol burocrático só conseguiu um chute de Lenis que bateu no travessão.

No segundo tempo, a Ponte Preta perdeu Renato Cajá que pediu para sair. Entrou Claudinho. A Macaca teve um decréscimo técnico. Entretanto, continuou guerreira e mesmo com um a menos controlou o jogo e buscou a classificação em todos os momentos do jogo. E quase conseguiu. No minuto final a bola caiu nos pés do artilheiro Léo Gamalho. Ele dominou e bateu para fazer o gol da classificação. Mas, o goleiro Magrão pegou. A torcida aplaudiu o time apesar da eliminação, reconhecendo a luta e entrega dos jogadores que representaram. A Macaca volta a campo contra a Chapecoense, domingo, às 16h, fora de casa, na estreia do técnico Eduardo Baptista.