Ponte Preta joga com força quase máxima diante do Grêmio

0
Atacante Emerson Sheik tem presença garantida no ataque da Macaca contra o Grêmio

O técnico Eduardo Baptista teve apenas um treino em Campinas para definir a equipe que entra em campo esta quarta às 19:30 contra o Grêmio no estádio Moisés Lucarelli. “Até o treinamento tem que ser mais leve, com ênfase no posicionamento para preservar os atletas para um jogo tão pesado”, disse o treinador que novamente fechou os portões do CT do Jardim Eulina e esconde a escalação da equipe.

Certo mesmo são os retornos de Danilo Barcelos e Emerson Sheik ao lado de Lucca no ataque pontepretano. Os dois estão liberados de suspensão, assim como o volante Naldo, que tem a possibilidade de ganhar uma vaga como primeiro volante no lugar de Fernando Bob. Léo Gamalho também volta à ficar à disposição depois de ser vetado dos dois últimos jogos por causa de dores musculares.

O único desfalque certo com relação ao último jogo é do lateral direito Nino Paraíba que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. A tendência é que Baptista dê oportunidade para Emerson, jogador recém-promovido das categorias de base. Outra possibilidade é Jeferson retornar para a lateral direita e Danilo Barcelos atuar na esquerda. Desta forma, seria aberta mais uma vaga no setor ofensivo da Macaca.

A provável Ponte deve ir a campo com Aranha, Nino Paraíba, Yago, Rodrigo e Jeferson; Fernando Bob (ou Naldo), Elton e Jádson; Emerson Sheik, Danilo Barcelos e Lucca.

Com 35 pontos, a Ponte tenta usar o fator casa como grande trunfo para conquistar a maior parte dos pontos necessários para a permanência. Além do Grêmio, a Macaca enfrenta Atlético Paranaense e Vitória no Majestoso. “As três vitórias são cruciais, mas também teremos que conquistar algo fora também”, afirma o treinador que nesta segunda passagem pelo Moisés Lucarelli fez 4 partidas em Campinas com 2 vitórias, 1 empate, 1 derrota e aproveitamento de pouco mais de 58%.

Para este jogo, novamente a diretoria faz promoção no valor dos ingressos que custam 10 reais a inteira e 5 a meia para todos os setores, exceto camarotes, vitalícias e cadeiras cativas.