Ponte Preta ganha força quase máxima na segunda fase da Sul-Americana

0
Foto: pontepreta.com.br

As mudanças no elenco pontepretano após o vice-campeonato Paulista transformaram parte do time que vai disputar a segunda fase da Copa Sul-Americana a partir da próxima quinta-feira diante do Sol de América do Paraguai.

ESPEL ELEVADORES

Na semana passada, a Conmebol aumentou o número de novos inscritos para a segunda fase da Sul-Americana e Libertadores de 3 para 6 jogadores. No caso da Macaca, a notícia foi comemorada principalmente pelo fato do time ter perdido peças importantes após o Paulistão.

Hoje, o clube anunciou as trocas. Saíram o zagueiro Fábio Ferreira, o lateral esquerdo Artur, os meias Ravanelli e Matheus Cassini além dos atacantes Pottker e Clayson. Em seus lugares entraram os zagueiros Rodrigo e Luan Peres, o lateral esquerdo Fernandinho e os atacantes Emerson Sheik, Claudinho e Negueba.

A expectativa é de que o técnico Gilson Kleina entre com força quase máxima no primeiro jogo contra o Sol de América. Como o treinador perdeu por suspensão o zagueiro Rodrigo, o meia Renato Cajá e o atacante Emerson Sheik para a próxima rodada do Brasileirão no final de semana, os três jogadores não serão poupados do jogo desta quinta-feira. O descanso virá posteriormente, quando o restante do elenco viaja para Florianópolis para enfrentar o Avaí no domingo. A grande baixa da Macaca será o atacante Lucca que pegou dois jogos de suspensão após ser expulso na partida de estreia da Ponte na Sul-Americana. Lucca é o artilheiro da Ponte na temporada com 15 gols. Além disso, ele é o segundo maior goleador do Brasileirão, já balançou as redes 7 vezes.

 

Comente com seu Facebook