A Ponte Preta emitiu um comunicado que serve de alerta aos jovens atletas que sonham com a carreira de jogador de futebol. Durante o período pandêmico, a Macaca suspendeu todas peneiras realizadas nas categorias de base, mas identificou promotores que estão utilizando o nome do clube ilegalmente para ganhar dinheiro.

“Infelizmente, aproveitadores estão explorando o sonho e a boa fé destas famílias, extorquindo dinheiro utilizando o nome da Ponte Preta e de outros times. A Ponte Preta jamais cobra taxas nos testes que realiza, por isso caso algum interessado veja um anúncio em que haja cobrança, isso já é um indicativo de que se trata de golpe. Neste momento, inclusive. Não estamos promovendo nenhuma peneira em virtude da pandemia de coronavírus”, explicou o diretor Fábio Abdalla.

Responsável pela base da Macaca, Abdalla ainda reiterou que outros times estão sofrendo pelo mesmo problema e deu orientações aos pais ou responsáveis por estes atletas para procurarem informações nos sites oficiais dos clubes.

“Lamentavelmente, este tipo de golpe é comum usando o nome de times de futebol, ainda mais quando eles têm tradição em revelar atletas nas categorias de Base. Uma outra dica que damos aos pais e responsáveis é, sempre antes de se inscreverem em uma peneira que leva o nome de um time, procurar o site oficial da equipe na Internet, ver ali se há algum anúncio oficial e entrar em contato com a instituição, caso não haja, para se certificar da veracidade ou não dos testes”, completou.

Comente com seu Facebook