O técnico João Brigatti olhou o copo meio cheio após o empate da Ponte Preta contra o São Bernardo em 3 a 3, no Majestoso, pela quinta rodada do Paulistão.

A Macaca vencia a partida até os 51 minutos do segundo tempo, quando Lucas Lima empatou e deixou a equipe com seis pontos – agora no terceiro lugar do Grupo B do estadual.

“A nossa equipe está de parabéns. Os nossos atletas são guerreiros, são determinados e estão passando por esse desafio de apresentar uma evolução mesmo com pouco tempo de trabalho. São jogos atrás de jogos, então ajustar é mais desafiador e acredito que esse ponto vai ser importante lá na frente. O nosso time está guerreando e isso é importante”, disse o comandante.

Brigatti ressaltou que, apesar da evolução citada, ainda são necessários ajustes para os próximos jogos.

“A gente está trocando o pneu com o carro andando. Estamos com reforços integrados que devem ser utilizados nos próximos jogos, mas repito que muitos jogadores estão chegando abaixo fisicamente e isso exige mais do nosso trabalho. Estamos tentando, nos tempos curtos que temos para treinar, ajustar situações como a bola parada. Vamos continuar trabalhando por isso”, comentou.

O treinador pontepretano saiu em defesa do goleiro Pedro Rocha. O camisa 1 da Macaca falhou no segundo gol do São Bernardo, justamente no primeiro jogo após renovar o contrato até o fim de 2026 com reajuste salarial e de multa rescisória.

“O Pedrão tem uma qualidade muito grande, mas falhas vão acontecer. A gente precisa dar moral porque ele nos salvou contra a Inter de Limeira e contra a Portuguesa. É um jogador em evolução e que vai nos ajudar muito. Hoje ele é titular por méritos”, encerrou.

Foto de Luciano Claudino/Pontepress

Portal CB no YouTube! Acompanhe vídeos do time do seu coração com informação, debate e curiosidades. Gols, comentários e entrevistas todos os dias com a Equipe de Carlos Batista. Se inscreva no canal e ative as notificações. Clique aqui e acesse.