O técnico João Brigatti, da Ponte Preta, explicou os motivos que levaram Elvis e Renato ao banco de reservas na Vila Belmiro. Os dois jogadores entraram no segundo tempo na derrota por 3 a 1 para o Santos, na Baixada Santista, pela segunda rodada do Paulistão.

“Foi uma questão física. O Renato ainda está sentindo dores musculares, ele vem nos relatando isso e vamos inserindo ele aos poucos para pegar esse ritmo. Também conversamos com nossos fisiologistas e o Elvis vem de uma sequência pesada. Vamos encarar a Inter no domingo, depois tem jogo na quarta e não queremos perdê-lo”, disse Brigatti em entrevista à “Valinhos FM”.

O comandante alvinegro também não aprovou a postura da Macaca no primeiro tempo do jogo – quando o Peixe abriu 2 a 0 – e lamentou as falhas defensivas apresentadas na primeira derrota da temporada.

“Eu estou no comando da Ponte Preta desde a reta final da Série B e nunca vi minha equipe se comportar dessa maneira. A gente não marcou, não competiu e não reagiu. Isso precisa ser mudado a partir de domingo. Nossa postura foi diferente no segundo tempo, mas a falha no terceiro gol jogou uma ducha de água fria. Agora precisamos trabalhar”, afirmou o comandante.

Com um ponto em duas rodadas, a Macaca volta a campo no próximo domingo, em casa, contra a Inter de Limeira. A bola rola às 16h com transmissão da Rádio Bandeirantes de Campinas.

Foto de Pontepress

Portal CB no YouTube! Acompanhe vídeos do time do seu coração com informação, debate e curiosidades. Gols, comentários e entrevistas todos os dias com a Equipe de Carlos Batista. Se inscreva no canal e ative as notificações. Clique aqui e acesse.