Ponte perde para o Vitória e acesso fica improvável

0

A Ponte Preta completou o terceiro jogo sem vencer na Série B. Depois de começar atrás e fazer um primeiro tempo abaixo do esperado, a Macaca consegue o empate no segundo tempo, mas acaba derrotada por 2 a 1 nos acréscimos.

Com 41 pontos, a Ponte ocupa a décima posição e vê a diferença para o G-4 aumentar para 7 pontos. O time precisa de uma campanha perfeita de 7 vitórias nas últimas 7 rodadas para subir.

A Ponte volta a campo no próximo sábado contra o América -MG fora de casa.


O JOGO

A partida é muito disputado e sem um time melhor em campo no início. Mas o Vitória, depois dos primeiros 15 minutos, tem as melhores oportunidades e Wesley, aos 18, abre o placar.

A Ponte quase empata logo na sequência: Vicco manda de longe e acerta a trave. Depois, Diego Renan da trabalho ao goleiro da equipe baiana.

Os donos da casa ficam com um jogador a mais ainda no primeiro tempo: Léo Gomes é expulso. A Macaca até cresce na reta final da etapa inicial, mas não consegue igualar o marcador.

A Macaca volta mais ofensiva no segundo tempo. Vicco carimba novamente o travessão. João Carlos cabeceia bem e Martín salva. Aos 22, Ze Ivaldo coloca o braço na bola dentro da área. Roger não desperdiça e empata.

Em casa, a Ponte vai atrás da virada: João Carlos completa o cruzamento e manda mais uma na trave. Os alvinegros abusam das finalizações, só que pagam caro pelos erros.

Aos 46, a defesa pontepretana volta a mostrar fragilidade e Caicedo decreta a Vitória do time baiano.

PONTE PRETA X VITÓRIA

Campeonato Brasileiro Série B – 31a rodada

Data: domingo, 27 de outubro

Horário: 16 horas

Local: Estádio Moisés Lucarelli

Árbitro: Adriano Barros Carneiro

Assistentes: Nailton Júnior de Sousa Oliveira e Eleutério Felipe Marques Junior

Cartões Amarelos: Lucas Mineiro, Léo Gomes, Airton

Cartão Vermelho: Léo Gomes

Gols: Wesley, 18 minutos primeiro tempo; Roger 24 minutos segundo tempo

Público:

Renda: R$

PONTE PRETA: Ivan; Diego Renan (Arnaldo), Renan Fonseca, Airton e Guedes; Édson, Lucas Mineiro (João Carlos) e Renato Cajá; Vicco, Marquinhos (Alex Maranhão) e Roger. Tecnico: Gilson Kleina

VITÓRIA: Martín R.; Zé Ivaldo, Everton Sena e Ramon; J. Bocão, Baraka, Léo Gomes e Carleto; Chiquinho (Rodrigo Andrade); Wesley (Caicedo) e Anselmo Ramon (Felipe Garcia). Técnico: Geninho

Comente com seu Facebook