Ponte perde para lanterna, encerra sequência e não entra no G-4

0

Depois de mais de um mês de invencibilidade, a Ponte Preta caiu, por dois a um, diante do lanterna Boa Esporte em Varginha. A Macaca, que não perdia há quatro rodadas, deixou escapar a oportunidade de saltar para a terceira colocação na Série B. Com 24 pontos, os alvinegros caíram da sexta para a sétima posição, a 2 pontos do G-4.

O próximo desafio dos alvinegros será terça-feira (24/07) quando manda o confronto diante do Juventude em Araraquara.

O JOGO

Em casa, o Boa Esporte começou a partida num ritmo forte e buscando o ataque. Com menos de 10 minutos de partida, a equipe mineira já havia chegado em duas oportunidades ao gol pontepretano.

A Macaca sofreu um golpe aos 20 minutos. Na saída de bola, Léo Santos falha na frente de Daniel Cruz que rouba a bola, avança em velocidade e toca para Douglas Baggio inaugurar o placar. Os alvinegros tentam reagir logo em seguida, num escanteio perigoso cobrado por Danilo Barcelos. Mas, cinco minutos após o primeiro gol, num contra-ataque fatal, o Boa amplia a vantagem no cabeceio de Helder.

No restante do primeiro tempo, a equipe mineira controlou as ações do jogo e não permitiu que a Ponte levasse perigo.

O técnico João Brigatti fez duas alterações para a segunda etapa: saíram Murilo e Neto Costa para as entradas de Paulinho e Orinho. A Ponte melhorou a postura, teve duas boas chances com Igor e Júnior Santos. Enquanto o Boa tentava nos contra-ataques.

Aos 14 minutos, a Macaca ganha ânimo quando Junior Santos ganha na força da marcação e toca na saída do goleiro para diminuir a diferença. Os visitantes têm mais posse de bola e começa a pressionar o Boa. Mas falta efetividade no ataque alvinegro.

Na base do contra-ataque, o Boa tem um gol anulado de maneira duvidosa por impedimento de Douglas Baggio. Nos minutos finais, os visitantes controlam o tempo e comemoram a segunda vitória no Brasileiro da Série B; o Boa continua isolado na lanterna da competição.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B: 16ª rodada

LOCAL: Estádio Dilzon Melo – Varginha-MG

BOA – Igor Rayan; Helder (Felipe Alves), Luan, Rafael Jensen e Jadson; Maycon (Djavan), Aldo, Bruno Tubarão e Daniel Cruz (Gabriel); Kaio Christian e Douglas Baggio. Técnico: Ney da Mata

PONTE PRETA – Ivan; Igor, Léo Santos, Renan Fonseca e Ruan; Nathan, João Vítor (Felipe Saraiva) e Murilo (Paulinho); Junior Santos, Danilo Barcelos e Neto Costa (Orinho). Técnico: João Brigatti

GOLS: Douglas Baggio (20 min., 1º tempo); Helder (25 min., 1º tempo); Junior Santos (14 min., 2º tempo)

ÁRBITRO: Luiz César de Oliveira Magalhães – CE

AUXILIARES: Nailton Junior de Sousa Oliveira e Anderson Moreira de Farias – CE

CARTÕES AMARELOS: Igor, Maycon, Helder

PÚBLICO: não divulgado

RENDA: não divulgado