Ponte empata, mas mantém invencibilidade fora de casa

0

A Ponte Preta conquistou mais um ponto longe do Moisés Lucarelli. Com o empate em 1 a 1 com o Botafogo hoje a noite, no estádio Santa Cruz, a Macaca chegou aos nove pontos. O resultado manteve a invencibilidade da Alvinegra longe de casa.
Mais uma vez a Macaca mostrou que sabe jogar fora de casa. Em grande parte do jogo foi superior ao Bota. O gol da Ponte foi marcado por Felippe Cardoso, esse é o terceiro gol do menino em três jogos. A Macaca volta a campo pelo Paulistão no domingo, às 19h30, contra o Palmeiras no Moisés Lucarelli.
O JOGO
A Ponte Preta começa assustando. Aos cinco minutos Silvinho arrisca cobrança de falta, mas Tiago Cardoso salva os donos da casa. Dona do jogo, logo a Macaca chega ao gol. Aos oito, Felipe Cardoso aproveita a bola na entrada da área e chuta seco pra fazer 1 a 0. A Ponte domina a partida e o Botafogo tem dificuldades pra avançar. Só aos 20 minuto o Bota assusta Ivan. Após cobrança de falta, Naylor desvia de cabeça e a bola passa perto.
Então, aos 26 minutos, os donos da casa levam realmente perigo, mas param em Ivan que faz dois milagres. Primeiro no chute de Bruno Moraes e depois no rebote de Dodo. O Bota consegue igualar as ações, mas é quase a Macaca que faz o segundo. Leó Artur lança Felipe Cardoso que passa pela zaga, mas na hora de driblar o goleiro não consegue e perde a chance do segundo gol.
A Ponte tenta ampliar e por pouco o zagueirão Luan Peres não aumenta após bate rebate na área. Antes do fim do primeiro tempo problemas para Eduardo Baptista. Tiago Real tem que ser substituído por Marciel, após sentir dores no músculo posterior da coxa esquerda. Segundo departamento médico da Ponte, Atleta irá fazer exames pra saber a gravidade da lesão.

A segunda etapa, assim como na primeira, as redes começam balançando, mas desta vez para o Botafogo. Aos sete minutos, Bruno Moraes toca na saída de Ivan pra empatar o jogo. O Bota tenta virar o jogo e, aos 12 minutos, Mascarenhas leva perigo em cobrança de falta.

Com o gol de empate o time da casa tenta colocar pressão na Ponte. Aos 22, Cafu perde chance incrível. Cara a cara com Ivan o atacante pega mal e manda pra fora.
A partida fica aberta e as duas equipes buscam o gol. Aos 36 minutos, Orinho dentro da área obriga Tiago Cardoso a fazer bela defesa. O Bota tenta aproveitar os espaços da defesa da Ponte, mas não consegue se

FICHA TÉCNICA
Estádio: Santa Cruz
Árbitro: Márcio Henrique de Gois
Auxiliares: Danielo Paulo Zioli e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Público: 3.156
Renda: R$ 46.330,00
Botafogo: Tiago Cardoso, Taylor, Naylor, Plinío, Walfrid, Mascarenhas, Bruno Rocha (Cafú), Diones, Bruno Moraes, Dodô (Carlos Henrique) e Danielzinho (Jheimy).
Ponte Preta: Ivan, Emerson, Luan Peres, Renan Fonsesca, Jeferson, Orinho, Felipe Saraiva, Tiago Real (Marciel), Felippe Cardoso (Gabriel Vasconcelos), Léo Artur (Daniel), Silvinho
Gols: Felippe Cardoso (1 tempo ´8); Bruno Moraes (2 tempo ´7)
Cartões Amarelos: Bruno Rocha, Renan Fonsesca, Leo Artur, Silvinho (fora do próximo jogo).