A Ponte Preta ainda não sabe onde vai atuar na retomada do Campeonato Paulista, dia 22, contra o Novorizontino.

O protocolo de retorno da Federação Paulista de Futebol e o governador João Dória não autorizaram os estádios das cidades que estão na fase vermelha – como é o caso de Campinas – a receberem os jogos mesmo sem público.

A Macaca ainda estuda cidades vizinhas como alternativas, mas não há nenhuma negociação em andamento. Segundo o presidente Sebastião Arcanjo, a equipe vai esperar um posicionamento da Prefeitura de Campinas nas próximas semanas.

“A princípio irá se aguardar a proximidade do jogo para ver se a cidade pode receber ou não o jogo em virtude da fase da pandemia em que se encontra. No caso de Campinas, que está hoje na vermelha, caso isso não mude a partida contra o Novorizontino não poderá ocorrer aqui”, explicou Tiãozinho.

A FPF confirmou que vai auxiliar os clubes com os custos de deslocamento, hospedagem e na sugestão de estádios disponíveis para os jogos. “Contudo, ainda haverá novas conversas sobre este tema”, encerrou o dirigente.

Comente com seu Facebook