Ponte espera bater martelo por fim de torcida única na próxima quarta

0

A Ponte Preta deu um passo importante para o fim da determinação de torcida única do Ministério Público de São Paulo. O presidente da Macaca, José Armando Abdalla, se reuniu com o promotor Paulo Castilho para tratar sobre a possibilidade e deve bater o martelo pela queda da punição na próxima semana.

Castilho determinou, no dia 14 de janeiro, que todos os jogos que envolvessem a Ponte Preta na temporada seriam com torcida única. De acordo com o MP na época, a punição era decorrente da violência da torcida da Macaca nos jogos contra o Vitória, no Brasileirão do ano passado, e diante do Botafogo, em Franca, pela Copa São Paulo.

Em fevereiro, a Macaca conseguiu uma liminar do juiz Luis Mário Mori Domingues, da 7ª Vara Cível de Campinas, para derrubar parcialmente a determinação acatada pela FPF, mas a ação – idealizada por um grupo de torcedores sob a liderança do ex-presidente Giovanni Dimarzio -, acabou caindo.

Na próxima quarta-feira, o presidente pontepretano se reunirá com o promotor geral Gianpaolo Smanio, Paulo Castilho e José Carlos Consenzo para selar o acordo e ter a volta dos torcedores da Macaca em um primeiro momento em jogos como visitante.