Ponte empata 3º jogo seguido e não se aproxima do G-4

0
Foto: Pietro Carpi/ECV

A Ponte Preta saiu do Barradão, em Salvador, com um ponto. O empate com o Vitória fora de casa poderia até ser considerado bom resultado se o adversário não estivesse ameaçado pelo descenso e a Macaca precisando se reaproximar do G-4.

Em um jogo fraco tecnicamente e com mínimas chances de gol, o empate sem gols acabou resumindo bem o que foram os 90 minutos.

É o terceiro empate consecutivo dos pontepretanos na série B. Com 33 pontos, a equipe cai para a sétima posição e terminará a vigésima segunda rodada nesta colocação. Os alvinegros voltam a campo na próxima terça (24/11), quando recebe o Oeste no Majestoso

PRIMEIRO TEMPO

A primeira boa chance da partida é da Ponte. Camilo aproveita a sobra, manda de primeira e o goleiro Ronaldo defende com os pés. Mais intensa no setor ofensivo, a Macaca quase ganha um gol do adversário Rafael Carioca.

São as duas melhores oportunidades da primeira etapa, que foi marcada por equilíbrio e pouca inspiração ofensiva.

SEGUNDO TEMPO

O Vitória tenta impor o mando de campo e leva perigo na cobrança de escanteio que Ygor Vinhas afasta. Já a Ponte cai de rendimento e tem mais dificuldades em chegar ao ataque.

Aos 17 minutos, Léo Ceará recebe dentro da área, manda de primeira mas a bola sai. Pela Ponte, o primeiro chute a gol do segundo tempo só aos 21 minutos, numa tentativa de Apodi que vai longe.

Já na reta final, Luan Dias arrisca e Ronaldo pega com tranquilidade. No último minuto, o Vitória tenta nua jogada ensaiada e, depois, em escanteio; mas a defesa alvinegra afasta o perigo e garante a igualdade no placar.

QUEM JOGOU? Vitória e Ponte Preta pela 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

ONDE? Estádio Barradão, em Salvador

ESCALAÇÕES? O Vitória, do técnico Eduardo Barroca, entrou em campo com Ronaldo; Léo Morais, Wallace Reis, Maurício Ramos e Rafael Carioca; Guilherme Rend, Matheus Frizzo (Ruan Nascimento); Fernando Neto (Lucas Cândido) e Thiago Lopes (Júnior Viçosa); Vico (Mateusinho) e Léo Ceará. A Ponte, comandada por Marcelo Oliveira, jogou com Ygor Vinhas; Léo Pereira, Ruan Renato, Wellington Carvalho e Guilherme Lazaroni; Dawhan, Barreto (Luan Dias) e Camilo (Neto Moura); Apodi (Pato), Bruno Rodrigues (Vinícius Zanocelo) e Wanderley (Matheus Peixoto).

GOLS? Partida terminou em zero a zero

QUEM APITOU? Rodrigo Batista Raposo

CARTÕES AMARELOS? Ruan Renato, Lucas Cândido, Ruan Nascimento, Wellington Carvalho e Dawhan

VERMELHOS? Ninguém foi expulso

PÚBLICO E RENDA? O jogo foi realizado com portões fechados

Comente com seu Facebook