O ataque da Ponte Preta não faz boa Série B em 2021.

Foram apenas sete gols em 12 rodadas da competição e o time campineiro divide com o Londrina o posto de pior ataque do campeonato. Os dois times são justamente os dois últimos na classificação.

Mas o que explica tão pouco poder ofensivo da equipe na competição?

FALTA DE PONTARIA
A Ponte Preta é o terceiro time que menos finaliza corretamente na Série B. A equipe de Gilson Kleina acertou o alvo 37 vezes em 12 jogos. O aproveitamento é superior apenas ao do Remo (29 finalizações certas) e Sampaio Corrêa (35).

MÉDIA BAIXA
A equipe tem média de 0,5 gol por partida na Bezona em 2021. Foram 122 finalizações no total com apenas 30% delas endereçadas ao gol dos adversários em 12 rodadas.

JEJUM DOS ATACANTES
Outro problema envolvendo o sistema ofensivo da Macaca é o jejum dos atacantes. Moisés, que marcou duas vezes na Série B, é a exceção entre os jogadores de frente.

Moisés – não marca há um jogo, em um total de 160 minutos
Último gol – 12/07/21 – Náutico 1×1 Ponte Preta

Josiel – não marca há 6 jogos, em um total de 306 minutos
Último gol – 16/05/21 – Cuiabá 2×1 Operário

João Veras – não marca há 11 jogos, em um total de 307 minutos
Último gol – 16/04/21 – Ponte Preta 3×0 Santos

Pedrinho – não marca há 20 jogos, em um total de 763 minutos
Ainda não marcou como profissional

Fessin – não marca há 20 jogos, em um total de 830 minutos
Último gol – 05/11/20 – Bahia 4×0 Melgar

Rodrigão – não marca há 16 jogos, em um total de 903 minutos
Último gol – 22/02/20 – Ceará 1×0 Caucaia

Niltinho – não marca há 24 jogos, em um total de 1.276 minutos
Último gol – 06/02/21 – Chaves 3×1 Varzim

Richard – não marca há 30 jogos, em um total de 1.751 minutos
Último gol – 11/11/20 – Belenenses 5×2 Piedade

Foto de Álvaro Jr/Pontepress

Comente com seu Facebook