O Guarani é o time que mais cria na Série B do Campeonato Brasileiro, mas ainda está entre os piores ataques da competição. Foram apenas quatro gols marcados em oito jogos. Média de 0,5 gol por jogo.

Ajustar os números ofensivos é uma das principais tarefas do técnico Marcelo Chamusca no Bugre.

Em entrevista coletiva, Chamusca traçou estratégia para elevar a quantidade de gols já que as quantidades estão sendo criadas. A equipe lidera as finalizações certas na Série B com média de 7 chutes no alvo por partida.

“O time constrói as jogadas e isso é parte do processo. Agora é o acabamento e melhorar no terço final. Vamos trabalhar agora na confiança, parte emocional, trabalho de campo e ansiedade. Dessa maneira acredito que os números vão melhorar”, explicou Chamusca.

Com a chegada de um novo treinador, a disputa pela titularidade no sistema ofensivo está aberta. Júlio César, Bruno José e Lucão do Break foram titulares no empate contra o Vasco da Gama.

Nicolas Careca, Yago, Maxwell e Ronald correm por fora por nova chance.

“É aliar performance com resultado. Quando chega um novo comando é tentar ajustar alguns pontos com quem já estava aqui. Temos toda condição de reverter. É um elenco comprometido com o clube. Isso é o mais importante”, completou o treinador.

Foto de Thomaz Marostegan/Guarani FC

Comente com seu Facebook