Os números de Jorginho dentro e fora do Majestoso

0

por antonio luppi, edu pinheiro e júlio nascimento

UNIONE SEGUROS

CLIQUE E FAÇA SUA COTAÇÂO

A Ponte Preta anunciou Jorginho Campos como novo treinador para 2019. Será a segunda passagem do comandante no Majestoso após uma primeira experiência com sentimentos divididos: foi finalista da Sul-Americana de 2013 e também amargurou o rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Na Macaca foram 32 jogos com 8 vitórias, 11 empates e 13 derrotas. Nas mãos de Jorginho, o time marcou 28 gols e sofreu 37. O aproveitamento foi de 36% dos pontos disputados.

Jorginho chegou ao Majestoso faltando 22 rodadas para terminar o Campeonato Brasileiro e a Ponte Preta ocupava a 17ª colocação com 15 pontos. Com o treinador, a Macaca nunca saiu da zona de rebaixamento e terminou a competição na penúltima posição com 37 pontos.

Já na Sul-Americana, competição que terminou com o vice-campeonato, Jorginho não dirigiu o time campineiro apenas na primeira partida contra o Criciúma. Foi o responsável por dirigir a equipe durante toda campanha até a final na Argentina diante do Lanús.

CAMPANHAS FORA DO MAJESTOSO:

  • Figueirense (2011) – 47 jogos, 21 vitórias, 14 empates e 12 derrotas – 54,6% de aproveitamento
  • Kashima Antlers (2012) – 34 jogos, 12 vitórias, 10 empates e 12 derrotas – 35,2% de aprov
  • Flamengo (2013) – 14 jogos, 7 vitórias, 4 empates e 3 derrotas – 37,8% de aprov
  • Al Wasl (2014) – 5 jogos, 1 vitória, 2 empates e 2 derrotas – 33% de aprov
  • Bahia (2017) – 14 jogos, 4 vitórias, 4 empates e 6 derrotas – 38% de aprov
  • Ceará (2018) – 3 jogos e 3 derrotas – 0% de aprov
  • Vasco da Gama (2015, 16 e 18) – 97 jogos, 47 vitórias, 26 empates e 24 derrotas – 57% de aprov

Comente com seu Facebook