Em entrevista coletiva na última quarta-feira no CT do Jardim Eulina, o presidente pontepretano Sebastião Arcanjo lamentou a situação financeira do clube e admitiu que o planejamento acabou sendo comprometido por situações inesperadas.

O primeiro ponto citado por Tiãozinho foi a participação na Copa do Brasil.

“A nossa participação na Copa do Brasil era fundamental para a saúde financeira do clube e para honrar os compromissos, mas acabamos eliminados para o América e o resultado adverso comprometeu nosso planejamento”, explicou o dirigente.

Outro ponto citado por Sebastião Arcanjo foi o aumento dos passivos trabalhistas.

“Eu ainda quero apresentar todos esses números de forma tranquila, serena e transparente. Os passivos trabalhistas continuam chegando”, disse. “E ainda temos um pagamento de uma dívida junto à Conmebol para um clube aqui da América do Sul que também comprometeu o nosso planejamento”, completou.

A reportagem da Rádio Bandeirantes apurou que a dívida em questão envolve o atacante Luís Ali. O atleta de 26 anos, que chegou a ser convocado para a seleção boliviana, atuou apenas 24 minutos com a camisa da Macaca.

Revelado pelo Osasuna, Ali foi comprado pelo Bolívar e ainda passou pelo San José antes de se transferir para o Brasil. A negociação com a Macaca, no entanto, acabou gerando uma dívida na Conmebol que poderia acarretar futuramente em perda de pontos na Série B e a diretoria optou por priorizar o pagamento.

Foto de Fábio Leoni/Pontepress

Comente com seu Facebook