O retrospecto de Guarani e Botafogo

0
Foto: Divulgação/Botafogo SA

Cinco pontos e seis posições separam Guarani e Botafogo na tabela da Série B. Adversários tradicionais no futebol paulista ainda vivenciam realidades diferentes dentro da mesma competição, mas ainda sim com a promessa de um jogo equilibrado.

ESPEL ELEVADORES

O Guarani iniciou grande arrancada no segundo turno, saiu da zona de rebaixamento e está com dez pontos pendentes para alcançar a pontuação necessária para não correr riscos de queda para Série C do Brasileirão. O Bugre é o 13º colocado com 35 pontos.

Já o Botafogo brigou por G4 durante todo primeiro turno, oscilou na segunda metade da competição e ainda está beirando os primeiros lugares, mas sem a mesma regularidade. Após trocar treinador e contratar jogadores, o Pantera é o 7º colocado com 40 pontos.

De acordo com números do historiador José Mariolani, Guarani e Botafogo se enfrentaram 118 jogos. E a vantagem é mais favorável aos campineiros: são 43 vitórias do Bugre, 43 empates e 32 derrotas. 183 gols marcados e 152 sofridos.

Mas no atual século, o Botafogo se firmou como um dos adversários mais difíceis na caminhada do Guarani. Seja no Paulistão, na Série B ou C, o time de Ribeirão Preto sempre apresentou jogos de tensão e equilíbrio. Foram três vitórias do Bugre, quatro do Botinha e três empates desde 2001.

No primeiro turno, no Santa Cruz, os times empataram sem gols.

Comente com seu Facebook