Após o encerramento da 22ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, os times campineiros seguem com suas projeções dentro da competição e seus objetivos particulares.

Com a virada sobre o Brasil de Pelotas, o Bugre chegou aos 28 pontos e ocupa o 13º lugar. São oito pontos de vantagem para a zona de rebaixamento e nove de desvantagem para o grupo de acesso. O próximo compromisso será diante do Paraná.

Já a Macaca, comandada por Marcelo Oliveira, somou o terceiro empate seguido contra o Vitória e chegou aos 33 pontos. A desvantagem para o G4 é de quatro pontos neste momento com a equipe na sétima colocação.

Mas o que dizem os matemáticos sobre as chances de Guarani e Ponte Preta na Série B? Consultamos as projeções dos estatísticos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e do matemático Marcelo Arruda do site Chance de Gol.

ACESSO
Em relação ao acesso, a Ponte Preta viu suas expectativas diminuírem, mas segue na briga com 20% de chances de acesso segundo a UFMG e 15% nas contas de Marcelo Arruda do Chance de Gol. Chape (98%), América (75%), Sampaio (57%), Juventude (47%) e Cuiabá (33%) aparecem como os favoritos. O Guarani aparece na lista com chances mínimas: 3% para UFMG e 0,7% no Chance de Gol.

REBAIXAMENTO
O Guarani abriu a maior diferença para a zona de rebaixamento. Felipe Conceição assumiu a equipe na vice-lanterna e a vantagem agora é de oito pontos para o Náutico. O Bugre diminuiu de 55% para 5,8% as chances de rebaixamento no site Chance de Gol. Os matemáticos da UFMG colocam como o nono time com mais chances de queda: 6%.

Com 13 pontos de vantagem, a Ponte tem números mínimos de 0,5% de chances de queda. Os favoritos na briga contra o descenso são: Oeste (99%), Botafogo (81%), Náutico (69%), Figueirense (67%), Vitória (27%) e Brasil de Pelotas (15%).

Comente com seu Facebook