O caminho da Ponte: Bola aérea e lado esquerdo são os pontos fracos da defesa do Flamengo

0

A defesa do Flamengo vive um grande momento na temporada. O Rubro-Negro não é vazado há cinco jogos. Mesmo assim, o time de Mauricio Barbieri ainda apresenta imperfeições defensivas: principalmente na bola aérea e no lado esquerdo.

Foram 14 gols sofridos em 24 jogos na temporada – o Flamengo não foi vazado em 15 partidas. Apenas na goleada contra o Fluminense, derrota por 4 a 0, e no empate com o Vitória por 2 a 2, o time carioca sofreu mais que um gol em uma mesma partida. É justamente o que a Macaca precisa por ter perdido o primeiro jogo por 1 a 0.

Dos 14 gols sofridos, 50% foram na bola aérea, o principal defeito do adversário da Ponte Preta mesmo com uma defesa com Réver, Juan e Rhodolfo – jogadores com alta estatura. Além disso, a lateral-esquerda vem sendo duramente criticada. 7 dos 14 gols sofridos foram originados pelos lados de Renê e Réver.

A reportagem do Portal CB mapeou os gols sofridos pelo Flamengo: cruzamentos (4), bola parada (4), lançamentos (3), infiltrações (2) e finalização de longa distância (1). Com bola rolando, sete gols sofridos foram originados pelo lado esquerdo da defesa e apenas dois do lado direito.

Comente com seu Facebook