No mercado, nome de Gilson Kleina é proibido na Ponte até dérbi 194

0

A saída de Gilson Kleina do Criciúma deixou o sinal de alerta ligado em parte da diretoria que deseja contar com o trabalho do treinador no Moisés Lucarelli.

Antes da reunião pela permanência de Jorginho na quarta-feira da semana passada, o nome de Kleina foi cogitado como forte candidato para substituir o atual comandante na sequência da Série B.

Kleina e Ponte Preta quitaram pendências financeiras do último trabalho e pessoas próximas ao treinador garantem que ele voltaria para a Macaca mesmo na gestão Abdalla, como informou o comentarista da Rádio Bandeirantes, Valdemir Gomes, no programa especial do dérbi 194.

A Ponte Preta, no entanto, não quer estender comentários e avaliações sobre Gilson Kleina. Em semana de clássico contra o Guarani, a Macaca tem buscado formas de incentivar Jorginho, que vem de uma sequência negativa.

O atual treinador enfrenta sua pior sequência na temporada: conquistou 2 dos últimos 15 pontos disputados. São dois empates e três derrotas – sendo três confrontos contra times da zona de rebaixamento.

Gilson Kleina comandou na reta final da Série B do ano passado uma arrancada pouco comum: venceu oito dos últimos nove jogos – empatou o último com o Avaí – e elevou o time da metade da tabela para brigar por acesso até o último instante no Campeonato Brasileiro de 2018.

Comente com seu Facebook