Negociação de Bruno Silva rende R$ 1 milhão à Ponte

0
Volante Bruno Silva, contratado pela Ponte em 2013, vai disputar a temporada 2018 pelo Cruzeiro. Foto: pontepreta.com.br

A contratação do volante Bruno Silva por parte do Cruzeiro finalmente foi finalizada. O jogador, que tinha 60% dos direitos econômicos presos à Macaca estava no Botafogo, que tinha os direitos federativos do atleta. Cariocas e mineiros chegaram a um acordo. No entanto, a Ponte teria que ser ressarcida para ceder Bruno Silva.

Num primeiro momento, o Cruzeiro ofereceu uma lista de atletas à Ponte, mas os dirigentes alvinegros não se interessaram pelos nomes ofertados e a Macaca insistiu no pagamento em dinheiro. “O interesse da Ponte hoje é financeiro… temos que pensar em salários, pagamentos. Ela (a Ponte) recupera o investimento feito lá atrás, o que é difícil acontecer no futebol”, disse João Felipe Artioli, advogado da Ponte Preta.

Na tarde desta quarta, a assessoria de imprensa da Ponte emitiu a seguinte nota explicando o assunto:

Ponte conclui negociação de Bruno Silva e receberá R$ 1 milhão do Cruzeiro

A Ponte Preta deu por concluída a negociação do volante Bruno Silva, que havia sido adquirido pela Macaca junto ao Avaí em 2013, com o Cruzeiro-MG. A equipe mineira deverá agora pagar R$ 1 milhão ao time alvinegro até o próximo dia 25, para que a negociação seja efetivamente encerrada. Cabe ressaltar que o Botafogo-RJ jé o titular dos direitos federativos do atleta, ou seja, do vínculo esportivo do jogador – e portanto tem o direito de liberar ou não a utilização do jogador.

Vale lembrar que a ida de Bruno Silva ao Botafogo ocorreu há dois anos, em um período em que ele o contrato coma Ponte estava prestes a se encerrar e no qual jogador poderia ter optado por um pré-contrato com o time carioca para finalizar a negociação após a quebra de vínculo. Se isso ocorresse, a Ponte nada receberia. Também não existe nenhuma obrigatoriedade de proporcionalidade de valores pagos a um clube ou a outro em decorrência de suas porcentagens, trata-se de negociações distintas e independentes entre si.

A negociação

A Ponte recebeu primeiro uma proposta de aceitar atletas do Cruzeiro por sua parte dos direitos de Bruno, que recusou, e acabou negociando o valor em dinheiro de um milhão, levando em consideração, inclusive, o atual momento financeiro vivido pelo clube por ter caído para a série B e da possibilidade de utilizar o valor á vista para quitar débitos.

Desta forma, a atual diretoria da Ponte Preta finalizou o negócio iniciado pela diretoria anterior e, conforme compromisso assumido de transparência, torna público por meio deste os detalhes relevantes da negociação.

Comente com seu Facebook