Náutico prepara recurso na CBF e vai até o Rio de Janeiro para impugnar duelo com a Ponte

0

O Náutico se prepara para recorrer a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) após o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) arquivar na última terça-feira o caso contra a Ponte Preta por escalar Igor Vinicius e Junior Santos na Copa do Brasil.

ESPEL ELEVADORES

O clube pernambucano tenta comprar que os dois jogadores da Macaca estavam irregulares e, por isso, o duelo na quarta fase do torneio seria anulado. Dentro de campo, a Ponte Preta venceu o Náutico no placar agregado e avançou para enfrentar o Flamengo nas oitavas de final.

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, entrou com uma nova ação na Justiça hoje pedindo a vaga para o Náutico. “Nós precisamos comprovar documentalmente que a Ponte Preta não se baseou na legislação, mas em uma orientação da CBF, o que está errado. A Confederação tem que assumir o erro sem que isso implique em prejuízo para o Náutico. O processo já foi retomado, já foram interpostos os recursos cabíveis e continuamos na busca por esses pontos”, afirmou Carvalho.

O Náutico está sendo representado pelo advogado Osvaldo Sestário, que ficará no Rio de Janeiro nos próximos dias para acompanhar o caso. Além da vaga, o clube pernambucano quer ficar com os R$ 2,4 milhões da classificação que já foram direcionados a Ponte Preta.

A Macaca, por sua vez, confia na decisão do STJD e mantém o discurso que existem documentos timbrados com autorização da CBF para escalar tanto Junior Santos quanto Igor Vinicius. O primeiro jogo contra o Flamengo está agendado para o dia 2 de maio, 19h30, no Majestoso.

Comente com seu Facebook