Multicampeão na base, Osmar Loss tenta emplacar como treinador no profissional

0
Foto: Letícia Martins - Guarani Press

O técnico Osmar Loss começa 2019 com um grande desafio na carreira. Multicampeão nas categorias de base e sem grandes passagens em equipes profissionais como Bragantino, Juventude e Corinthians, o comandante do Bugre tenta emplacar entre os profissionais e quer aproveitar a oportunidade no Guarani.

Ainda tratado como aposta no grande mercado, o gaúcho de 43 anos lapidou talentos no Corinthians como Maycon, Pedrinho, Pedro Henrique, Malcom e Guilherme Arana.

Loss tem pouca experiência no futebol profissional: comandou o Juventude, em 2009, o Internacional como interino em 2011 e 2012, o Bragantino por alguns meses, em 2015, além dos 22 jogos neste ano no Corinthians.

Após diversos títulos na base do Inter, foi contratado no final de 2013 pelo Timão, na segunda investida do time. Gaúcho de Passo Fundo, mostrou ideias que agradavam a diretoria pela proximidade com Mano Menezes e Tite, e foi preparado para um dia assumir a equipe profissional.

Osmar Loss tem uma frase que já virou a sua marca: “Preguiçoso não tem lugar no futebol”. O recado é dado sempre que percebe alguém rendendo menos do que o esperado. Estudioso, é fã do estilo José Mourinho e prima pela defesa impecável. Um erro e a bronca é grande.

APROVEITAMENTO DE LOSS COMO TREINADOR NO PROFISSIONAL

  • Juventude: 22 jogos, 2 vitórias, 9 empates e 11 derrotas – 22,73% de aproveitamento
  • Internacional: 12 jogos, 3 vitórias, 6 empates e 3 derrotas – 41% de aprov
  • Bragantino: 12 jogos, 4 vitórias, 1 empate e 7 derrotas – 36,11% de aprov
  • Corinthians: 25 jogos, 10 vitórias, 5 empates e 10 derrotas – 46,67% de aprov

Comente com seu Facebook