A comunidade pontepretana amanheceu com a triste notícia da morte do ex-atacante Lucas Pereira. Aos 39 anos, o destaque do dérbi de 2002 estava internado com complicações da Covid-19 e não resistiu.

“Lucas foi uma cria da Ponte Preta e , como jogador, foi um dos responsáveis por aquela virada histórica e inesquecível. Porém, mais ainda, era uma pessoa muito boa, envolvida com projetos sociais como o que trouxe Papa para Campinas. Se foi muito jovem, infelizmente, lamentamos imensamente esta perda”, disse o presidente pontepretano Sebastião Arcanjo.

Lucas estava engajado no projeto Ginga Foot e colaborou na vinda recente do senegalês Papa Faye ao futebol campineiro.

Comente com seu Facebook