O dérbi 201 da próxima sexta-feira, no Moisés Lucarelli, colocará frente a frente mais uma vez os dois protagonistas de Ponte Preta e Guarani.

Moisés, o herói do dérbi 199, recebe Régis, responsável pela vitória do Bugre no dérbi 200.

Mas o confronto não é apenas dos protagonistas dos últimos clássicos, mas também de dois grandes destaques da Série B em 23 rodadas.

ARTILHARIA
Os dois jogadores são os artilheiros dos seus respectivos times. Régis marcou oito gols e também briga pela artilharia geral que neste momento é liderada por Léo Gamalho e Edu, cada um com onze gols. Já Moisés é o artilheiro da Macaca com cinco gols marcados.

ASSISTÊNCIAS
Os dois jogadores também lideram suas equipes nas estatísticas de assistentes. Régis é o garçom do Bugre com cinco assistências contra três de Moisés, principal passador na Macaca.

DRIBLADORES
Moisés é disparado o melhor driblador da Série B: foram 74 dribles em 23 jogos. São 24 fintas de vantagem para o segundo colocado Vinicius, do Náutico, com 50. O detalhe é que o principal driblador do Guarani é… Régis. O camisa 78 costurou 24 dribles em 15 jogos.

DECISIVOS
Moisés decidiu o dérbi 199. Régis decidiu o dérbi 200. Mas os dois jogadores são fundamentais nas construções das vitórias das equipes. Com Régis em campo na Série B, o Guarani venceu 7 dos 15 jogos que disputou. Destes jogos o camisa 78 marcou gol ou contribuiu com assistência em todos eles. Em toda vitória do Guarani com Régis em campo ele participa diretamente de pelo menos um gol.

Já Moisés participou de todos os jogos da Ponte Preta e com ele foram seis vitórias. O camisa 21 participou com gol e/ou assistência em cinco destas vitórias. O único jogo que não teve gol ou passe direto para gol foi na vitória contra o Goiás, mas participou da origem do lance que rendeu o pênalti para o segundo gol da Macaca.

Foto de Thomaz Marostegan/Guarani FC

Comente com seu Facebook