Menos faltas e menos gols sofridos: Léo Santos melhora Renan Fonseca e rendimento defensivo da Ponte

0
Foto: Rogério Moroti/Agência Botafogo

por júlio nascimento

ESPEL ELEVADORES

A entrada do zagueiro Léo Santos foi uma das escolhas mais certas que João Brigatti tomou no comando técnico da Ponte Preta em seis rodadas a frente do clube.

A dupla Léo Santos e Renan Fonseca atuou em seis partidas e sofreu quatro gols. Foram quatro vitórias, um empate e apenas uma derrota – para o CSA, fora de casa, por 2 a 0. 72% de aproveitamento.

Quando Renan Fonseca formou dupla com outros jogadores como Luan Peres, Reginaldo e Reynaldo, a Macaca sofreu nove gols em sete jogos. Foram quatro derrotas, dois empates e apenas uma vitória – no Dérbi 191 contra o Guarani. 23% de aproveitamento.

A dupla Léo Santos e Renan Fonseca melhorou o rendimento defensivo da Ponte Preta em dois outros aspectos importantes. A média de faltas caiu de 16 para 12 e os chutes contra o gol de Ivan diminuíram de 6 para 4.

Comente com seu Facebook