O médico da Ponte Preta, Felipe Abreu, segue acompanhando de perto a situação do goleiro Ivan Quaresma. O camisa 1 vai desfalcar o time titular nas próximas semanas pela necessidade de uma cirurgia nos punhos para corrigir uma lesão.

Segundo o coordenador médico da equipe, o atleta estava sendo monitorado nas últimas semanas por departamento médico, diretoria, comissão técnica e seus representantes. “Em um primeiro momento ele estava bem, sem necessidade de cirurgia e nenhuma queixa. Esse problema não afetou na questão técnica e não tinha motivos par anão jogar”, explicou.

Felipe Abreu explicou que iniciou o processo de fisioterapia com Ivan nas últimas semanas e vinha se comunicando constantemente com o atleta para saber suas condições. No entanto, o médico garante que não houve sacrifício por parte do jogador.

“Sabemos da importância do Ivan dentro do clube por ser um líder e também um jogador que é convocado regularmente para Seleção Brasileira. Mas nós seguimos todo protocolo e em nenhum momento ele foi para o sacrifício. Ele estava em condições, seguro e apto”, ressaltou.

O departamento médico também procurou um especialista fora do clube para acompanhar o progresso de recuperação do camisa 1. “A partir do momento que ele se queixou nós procuramos um profissional e refizemos toda avaliação clínica. A opção da cirurgia foi um consenso pensando na saúde do atleta”, encerrou Abreu.

Sem Ivan, a Macaca espera pela volta de Ygor Vinhas. Se o reserva imediato não estiver em condições ideais de jogo os jovens Guilherme e Luan serão as opções nas próximas partidas.

Foto de Álvaro Jr/Pontepress