Luto: a ligação de José Teixeira com o futebol de Campinas

0
Foto de Marcos Junior/Portal TCT

Morreu ontem na capital paulista o professor José de Souza Teixeira. Ex-técnico e preparador físico, foi auxiliar de Oswaldo Brandão no Corinthians e comandante de equipes do interior de São Paulo.

ESPEL ELEVADORES

Seu Zé Teixeira tinha ligação com os dois times de Campinas. Comandou o Guarani em 17 jogos entre setembro e novembro de 1982 antes de receber uma proposta milionária do Al Nasr da Arabia Saudita. Foram seis vitórias, quatro empates e sete derrotas com o time bugrino.

Zé Teixeira disputou um Dérbi como técnico do Guarani. Em duelo válido pelo primeiro turno do Paulistão de 82, ficou no empate com a Ponte Preta por 1 a 1, no Brinco. Os gols foram marcados por Osni e Wilson Gottardo.

Enfrentar a Ponte Preta era uma das tarefas mais rotineiras de José Teixeira como profissional de futebol, principalmente na década de 70. Ele foi responsável por ajudar Oswaldo Brandão na montagem do time que disputaria a final de 1977, histórica decisão entre Corinthians e Macaca.

Em 1979 foi o professor Teixeira que comandou o Corinthians na quebra de uma grande sequência pontepretana. Comandada por Dicá, a Macaca estava com 100% de aproveitamento por 20 jogos consecutivos. Foi então que Teixeira escalou Mauro na vaga de Zé Eduardo e proibiu o defensor de fazer faltas para evitar gols de bola parada do camisa 10 da Ponte.

Além disso, para evitar descidas frequentes de Jair Picerni pela lateral-direita e Odirlei pelo outro lado, promoveu a titularidade de Piter e Biro-Biro e conseguiu quebrar a sequência da Macaca com uma vitória por 3 a 1.

Seja dirigindo o Guarani ou enfrentando a Ponte Preta, o professor Teixeira ficará marcado por suas lições no futebol campineiro, nacional e internacional. Ele deixa a esposa Cleide, os filhos Junior, Eduardo e Márcia e dois netos.

 

Comente com seu Facebook