O goleiro Ivan Quaresma concedeu entrevista exclusiva ao programa Os Donos da Bola da Band Mais TV nesta sexta-feira. O camisa 1 da Macaca retornou ao time titular após oito meses na última rodada contra o Náutico e colaborou com uma grande defesa no final do jogo.

“Graças a Deus tive uma volta positiva, colaborando com a equipe e fazendo uma boa defesa no final. O atacante foi muito rápido, dominou e girou em pouco tempo, mas estava atento e consegui colaborar com meus companheiros nessa partida”, explicou Ivan.

Após decisão dos médicos da Ponte Preta, Ivan passou por um procedimento cirúrgico no final de 2020 para corrigir uma lesão ligamentar no punho direito. Ele foi cuidado pela equipe do médico corintiano Joaquim Grava e acompanhado pelo especialista Cassiano Leão Bannwart em São Paulo.

“Foi uma decisão com os médicos e fisioterapeutas da Ponte Preta. A gente entendeu que era o momento de tratar essa lesão que vinha incomodando e atrapalhando. A lesão ainda foi agravada pelo acumulativo de jogos depois da paralisação da pandemia. Foram meses de tratamento, mas eu estou me sentindo bem e me sinto preparado”, completou.

O goleiro estará em campo neste sábado contra o Remo e disponível para sequência da Série B. Ele ficou fora dos convocados para os Jogos Olímpicos de Tóquio justamente pelo período que ficou fora de combate na Macaca.

“Eu conversei com muitos que estão com a Seleção em Tóquio. Desejei boa sorte e tenho certeza que todos que estão com a delegação vão representar bem o Brasil. Eu não fico frustrado por não ter sido chamado, mas por conta da lesão que acabou me afastando por um período, mas eu vou continuar trabalhando na Ponte Preta e sonhando em retornar para Seleção porque isso é o sonho de qualquer jogador”, encerrou.

Comente com seu Facebook