A Ponte Preta entra em campo pela 13ª rodada da Série B nesta terça-feira, no Barradão, diante do Vitória. A partida terá a transmissão da Rádio Bandeirantes de Campinas.

DUELO DIRETO CONTRA O Z4
O confronto será entre dois times que estão brigando contra o fantasma do rebaixamento na Série B em 2021. Empatados com nove pontos, Ponte Preta e Vitória só estão acima do lanterna Londrina, com oito pontos. Os dois times estão com cinco derrotas, seis empates e uma vitória em 12 rodadas. Cada um com 25% de aproveitamento. Quem vencer terá possibilidade de deixar o Z4 em caso de uma combinação de resultados dos concorrentes diretos.

TABU DE CINCO ANOS
A última vitória da Ponte Preta contra o time baiano foi no Brasileirão de 2016. Desde então foram quatro derrotas e dois empates. Já no retrospecto geral são 26 jogos com nove vitórias para cada lado e oito empates.

KLEINA PRESSIONADO
A partida também é fundamental para estabilidade de Gilson Kleina no comando técnico da Macaca. Pressionado pela falta de resultados, o treinador precisa dar uma resposta aos dirigentes e também aos torcedores que passaram ao status de insegurança com apresentações recentes.

PLATAFORMA TÁTICA
A tendência é que Gilson Kleina não mude a plataforma de jogo da Ponte Preta mesmo com a falta de resultados. Com pouco tempo para treinar, o comandante deve realizar mudanças nominais. Dawhan, reforço do Juventude, abre espaço para entrada de Locatelli ou Marcos Júnior. Já no ataque existe a possibilidade de utilizar um homem de referência desde o início do jogo com João Veras ou Rodrigão.

Já o Vitória terá um time modificado pela quantidade de desfalques para o técnico Ramon Menezes. Wallace, Fernando Neto, Vico, Guilherme Rend e Thalisson são alguns dos desfalques já confirmados.

O técnico Ramon Menezes ataca no 4-1-4-1 com Bispo sendo o jogador que recebe a bola dos zagueiros e dá possibilidade de amplitude aos laterais. David, um dos principais finalizadores da equipe, abre de um lado enquanto Bruno Oliveira atua do outro.

O centroavante Dinei costuma sair da área para tentar abrir brecha entre os zagueiros adversários. Outro ponto forte é a descida pela lateral-direita com Cedric.

Já defensivamente o Vitória acaba variando para o 5-4-1 com o primeiro volante fechando com os zagueiros. No entanto, a equipe acaba tendo dificuldade de conter a evolução dos adversários em jogadas centralizadas e gera espaço para finalizações na grande área.

VITÓRIA
Formação: 4-1-4-1
Variação: 4-4-2, 5-4-1
Provável titular: Ronaldo; Cedric, Marcelo Alves, Mateus Moraes e Roberto; Gabriel Bispo, Pablo Siles, Bruno Oliveira e Pedrinho; David e Dinei
Destaque: David
Principal desfalque: Fernando Neto
Campanha: 9 pontos em 12 jogos (25% de aproveitamento)

PONTE PRETA
Formação: 4-3-3
Variação: 4-2-3-1, 4-4-2
Provável titular: Ivan Quaresma; Felipe, Ednei, Cleylton e Jean Carlos; André Luiz, Locatelli e Camilo; Richard, Fessin (João Veras ou Rodrigão) e Moisés
Destaque: Moisés
Principal desfalque: Kevin
Campanha: 9 pontos em 12 jogos (25% de aproveitamento)

Comente com seu Facebook